Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Distância.Com.Amor

Focus,

por Patrícia, em 12.09.15

tumblr_nukv6d3o5O1unbbleo1_1280.jpg

 

Foco-me tanto que desfoco a vida. Deixo-me levar, entusiasmo-me. Perco-me em pensamentos, em ambições desmedidas e fogos por apagar. Dou tudo o que tenho e às vezes resta-me tão pouco.

 

Anseio. Aperto as mãos. Giro a cadeira junto à secretária. Desespero.

 

Quero tanto. Inúmeras são as palavras que ecoam pela minha mente, mas tão escassas são as respostas que obtenho. Construo metas com a minha vida, como se de uma necessidade se tratasse. Rascunhos num caderno, listas organizadas, palavras soltas.

Corro sem cessar e engane-se quem julga que perco todo o divertimento. Corro por gosto, ainda que canse, mas sou tão feliz. Sou feliz com o que tenho, com pouco ou com muito. Vivo na ânsia constante pelo amanhã, se serei capaz, se alcançarei todos os meus sonhos mas vivo concretizada.

 

Foca-te. Respira, tens tempo. Tens todo o tempo do mundo, não corras. Mas apressa-te, vive o tudo e o nada no mesmo dia, vive o que tens e sonha com o que queres ter.

 

Amanhã há tanto para contar, conhecer e amar. Amanhã irei conhecer mais do mundo, dar-lhe-ei a conhecer parte de mim através das minhas histórias. Não importa como foram escritas, são conquistas e derrotas que me pertencem, que me moldam. Hoje, resta-me esperar.

16 comentários

Comentar post